VOLTAR PARA O BLOG

ÁFRICA DO SUL // A CASA MAIS MÁGICA DO KAROO FICA EM MURRAYSBURG

August 5, 2018

Quando eu e o Warren começamos a planejar nossa viagem pelo Karoo, eu só tinha um exigência: em UM lugar eu queria esbanjar na acomodação. Acampar é ótimo (como eu já falei nesse post aqui), mas uma cama limpa e uma banheira quentinha no fim do dia também têm seu lugar, principalmente depois de um mês dormindo no carro. Quando encontrei o Five Roses Guesthouse no Airbnb, nem quis pesquisar mais opções. A casa, de mais de 100 anos, é o lar da Elma em Murraysburg há mais de 40. A professora de artes aposentada mora lá sozinha, mas se orgulha de receber visitantes do mundo todo nos 3 quartos que ela aluga. Cada canto é inundado de bibelôs cheios de história: tem porcelana do tempo que ela e a irmã foram professoras de inglês na Ásia, vestido do batizado da filha como enfeite, desenhos dos alunos do primário emoldurados ao lado de obras clássicas. Chegamos nesse túnel do tempo tarde da noite, e a Elma estava esperando pela gente com flores do jardim e velas acesas por todo o quarto <3

Passamos duas noites lá, que foram o bastante pra conhecer…a própria casa haha. A cidade de Murraysburg em si não oferece tanto. Muito pobre e com 5.000 habitantes, o principal atrativo dela é ser próxima de Graaff-Reinet e Nieu Bethesda – essas sim, cidades turísticas. Mas nem por isso tivemos sossego: a Elma adora uma boa conversa e tava tão empolgada em receber uma brasileira, que chamou as migas pra tomarem chá com a gente e fazerem uma entrevista completa sobre o Brasil.

No resto do tempo, nos ocupamos com o Rene, namorado da Elma – que devia estar no trip advisor de Murraysburg de tão fofo. Marinheiro aposentado, ele faz carros e aviões em miniatura à mão por hobby. Fomos conhecer a coleção dele e ficamos embasbacados com o nível detalhe. Mais calado que a Elma, o Rene também guarda boas histórias se você tiver o tempo de cativar um bom papo: ele já “capotou” um avião e escapou ileso – o vídeo do acidente saiu até na TV, e ele mostra a reportagem todo orgulhoso.

Foi por causa da banheira antiguinha que escolhi o Five Roses, mas lá eu descobri que o capricho nos detalhes está em todos os cômodos – e na própria Elma. Eu acho lindo ver o esmero na fita da cortina, ou no batom vermelho dela toda manhã. Não porque se embelezar é uma obrigação pra agradar os olhos dos outros. Mas porque, pra mim, se dedicar a enfeitar a própria vida pode ser um exercício de autocuidado, um jeito de encantar a rotina. Espero que essas fotos, da casa mais mágica do Karoo, te inspirem a criar poesia no seu dia a dia.